Disciplina - Educação Física

Busca Educação

Ginástica Acrobática

14/12009
É a mais nova modalidade da FIG e é caracterizada pala execução de exercícios de força, equilíbrio, flexibilidade e agilidade. É um esporte bonito, dinâmico e espetacular para homens e mulheres. Engloba muitos movimentos de solo da ginástica artística em suas series, movimentos rítmicos que ligam os exercícios dinâmicos, estáticos e individuais.

Foto de duas ginástas realizando um exercício
Dividida em 05 Categorias:
1. Dupla mista
2. Dupla Feminina
3. Dupla Masculina
4. Grupo Feminino (03 integrantes)
5. Grupo Masculino(04 integrantes)






História

A acrobacia foi desenvolvida em grande parte do século VII, devido à criação do circo. Mas, como esporte, essa modalidade da ginástica é relativamente jovem. As primeiras competições mundiais datam de 1973 – quando foi fundada a Federação Internacional de Esportes Acrobáticos(IFSA) – faz parte do programa dos Jogos Mundiais (competições organizadas pelo ComitÊ Olímpico Internacional um ano após das Olimpíadas). Em 1998, a IFSA se fundiu com a Federação Internacional de Ginástica (FIG). Com isso, espera-se,que os Ginástica Acrobáticos possam logo fazer parte do programa dos Jogos Olímpicos.


Informações técnicas

A Ginástica Acrobática engloba em suas rotinas diversos movimentos de solo da Ginástica Artística; os movimentos isolados (a acrobacia em si) são basicamente compostos por mortais, muitos deles impulsionados pelos parceiros (exercícios dinâmicos), por equilíbrios e força (exercícios estáticos) e por exercícios individuais(saltos, giros, equilíbrios e etc).

É um esporte dinâmico. Desenvolve em seus participantes – homens e mulheres de todas as idades – coragem, força, coordenação motora, flexibilidade, habilidades de saltos e equilíbrio. Os acrobatas executam rotinas com a cabeça, mãos e pés dos seus parceiros, criando um esporte belo e, ao mesmo tempo, intrigante.

As rotinas são apresentadas em um tablado de 12x12 metros e acompanhadas por música e coreografia. As séries são executada dentro de no Maximo 2 minutos e 30 segundos. Isso ajuda a enriquecer o movimento de corpo e cultura musical dos ginastas.

A Ginástica Acrobática, por ter como principal característica a apresentação em par e grupo, requer um alto grau de confiança e cooperação entre os seus participantes. O nível técnico das competições, em praticamente todas as categorias, é bastante elevado. Devido a isso, os ginastas acrobáticos treinam no mínimo 3 horas por dia e 5 vezes por semana.


Composição dos pares e grupos

  • Nas Duplas temos o volante e o base. O volante executa os equilíbrios e os mortais e o base sustenta os equilíbrios e lançamentos do volante partindo de posições diferentes.
  • Nos Trios temos o volante, o intermediário e o base. O volante executa os equilíbrios e os mortais, o intermediário sustenta o volante junto com o base nos equilíbrios e ajuda o base a lançar o volante nos mortais. Os intermédios também podem atuar junto com o base auxiliando-o, passa neste caso a ser “base” também.
  • No Quarteto temos um volante, dois intermediários e o base, O volante executa os equilíbrios e os mortais, os intermediários sustentam o volante junto com o base nos equilíbrios e ajudam o base a lançar o volante nos mortais. O intermediário também pode ser lançado para um mortal junto com o volante.
  • Nos pares mistos, o base é o elemento masculino e o volante é o elemento feminino.
  • Nos trios todos os elementos são femininos.
  • Nos quartetos todos os elementos são masculinos.
(*) Rotina = sequência de movimentos e exercícios apresentados em um determinado espaço de tempo.


Fonte: Confederação Brasileira de Ginástica

Fonte da Imagem: Wikipédia

Todas as modificações posteriores são de responsabilidade do autor original da matéria.

Recomendar esta página via e-mail: